Perdendo o Dragão

Susan Mutch

1301

O apóstolo Paulo lutou contra um dragão e venceu. As ruínas dos templos pagãos de Atenas e Éfeso são testemunhas ainda hoje. O ministério (anjos ou mensageiros) da igreja vespertina guerreou corajosamente, com perigo de vida, contra o espírito do paganismo, aquele velho dragão (Apoc. 12: 3, 7–11) que dominou a maior parte do mundo, seu feitiço enganoso.

Aquele dragão tinha prosperado nas civilizações da antiga Roma e da Grécia, e filósofos famosos – Platão, Aristóteles, Sócrates – coroaram a testa do dragão enquanto infundiam a sociedade com seu humanismo polido.

Tão avançado em orgulho, o homem antigo se encarregou de inventar deuses e deusas de suas próprias imaginações. Pelas mãos de artesãos humanos, seus deuses prontos para a ordem foram produzidos, não trazendo nenhum ganho pequeno.

Belos templos foram construídos para abrigar esses deuses e deusas. A arte é estupenda; a religião era vaidosa. Mas esse ofício de dragão era de fato um negócio lucrativo – negócios maravilhosamente desfeitos pelos ministros do evangelho de Jesus Cristo. “Grande é a Diana dos Efésios” não se ouve mais… mas a batalha foi travada e vencida pelo sangue dos martirizados pela mão do dragão.

Nós lemos sobre essa história na voz profética das Escrituras:

“E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem”. Apoc. 20:1-3 a.

Pela Palavra e pelo Espírito (pois as armas de nossa guerra não são carnais), o ministério de Deus expôs e limitou o espírito do paganismo, aquele sistema diabólico de religião falsa. Multidões acreditavam que o evangelho e, consequentemente, os templos eram fechados. As ruínas podem ser vistas hoje.

Por mil anos o dragão foi amarrado. Este não é um período literal de mil anos, pois a linguagem simbólica do Apocalipse não pode ser entendida como sendo literal. Refere-se simplesmente a um longo período de tempo.

Essa história, como mostrado nos símbolos do apóstolo João por revelação divina, é verdadeira. O livro de Atos revela vislumbres deste conflito com o dragão durante este tempo da igreja primitiva (Atos 17, 19).

O dragão preso, Satanás então desenvolveu outros sistemas religiosos falsos para enganar o povo. O espírito do homem–regra ou papado (Apocalipse 13: 1-8) foi um sistema bestial que cegou as mentes dos homens por longos séculos, tornando-se a Idade das Trevas na história. Esta besta foi finalmente exposta e ferida, então o diabo se disfarçou novamente e trabalhou através de outra besta (Apoc. 13: 11-12) que surgiu da terra (humana, não divina) – Protestantismo, para enganar as nações.

A revelação dada ao Apóstolo João revelou a história da igreja desde o dia do evangelho até o fim dos tempos. Lemos mais: “E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois disto importa que seja solto por um pouco de tempo.” O tempo viria quando os mil anos seriam cumpridos e o dragão – o espírito do paganismo – estaria solto novamente.

“E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou”. Apoc. 20:7-9

Esta profecia não é algo ainda futuro. Mais enfaticamente, afirmamos que isso está sendo cumprido diante de nossos olhos. As antigas nações foram enganadas pelo dragão, e fez um retorno para o mesmo propósito, enganar o povo.

Um renascimento do paganismo tem aumentado há várias décadas. Contemple o Movimento da Nova Era, Wicca, adivinhos, yoga, meditação transcendental, druidismo … a lista poderia continuar; o renascimento das religiões orientais, incluindo o hinduísmo radical e a religião islâmica. Considere o panteísmo dualista e naturalista revivido – salve o planeta, salve os animais, a evolução. O aborto e a homossexualidade se adequam ao surgimento da revolução humanista em andamento hoje. O politeísmo e o humanismo marcam a paisagem, incluindo sua infusão dragônica no “cristianismo tradicional”, nas escolas, na mídia e no governo. A visão de mundo é cada vez mais pagã e, incrementalmente, os cristãos estão perdendo seus direitos.

Vemos em Apocalipse 20: 7-9 que agora, neste tempo do fim, o espírito de paganismo solto uniu forças com os outros dois sistemas religiosos falsos bestiais de papado e protestantismo – simbolicamente chamados de Gogue e Magogue, um tipo dos antigos inimigos de Israel. Este é um momento de decepção religiosa insuperável.

Esta união das forças do dragão e do espírito do papado e do protestantismo é evidenciada no movimento ecumênico galopante de hoje, com seu estúpido e antibíblico: “não julgue nada, tolere a todos; nenhuma verdade absoluta – heresias –religião e filosofias misturadas lutando contra a verdade. Quão poucos entendem o que é o verdadeiro cristianismo.

De fato, esses poderes combinados de erro estão “enganando as nações que estão nos quatro cantos da terra”. O propósito de se reunirem é “batalhar” contra a verdadeira igreja de Deus. Este é o esforço final de Satanás para enganar e destruir almas antes do retorno de Jesus Cristo. O diabo sabe que seu tempo é curto. O dragão é solto por apenas um “pequeno tempo”, parte da qual já passou. Estamos certamente perto do fim dos tempos.

Esta tríade de erros é na maioria (os da maneira ampla sempre são), até mesmo “como a areia do mar”. A amada cidade é a minoria. Mas a minoria está certa. A “cidade amada” é a “cidade da verdade”, o “pequeno rebanho” de Deus.

A profecia de Apocalipse 20: 9 também é evidência clara de que Deus tem uma igreja visível neste tempo do fim, ou ela não poderia ser cercada pelo inimigo. “O acampamento dos santos” é separado dos erros que a rodeiam. Além de uma dúvida, Satanás sabe quem é a verdadeira igreja.

Você está na cidade que está cercada ou na tríade de erros lutando contra ela?

Share this post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Deixe um comentário